Para saber o mais rápido possível destas novidades e também sobre novos artigos, está agora disponível subscrever o blog por email. Receba no seu mail todas as acutalizações do Trocos por Miúdos.

Segunda-feira, 1 de Abril de 2013
PrivatBank - Novas regras para o pagamento de juros

Há uns dias fui alertado para o facto de o PrivatBank proceder a uma alteração na forma de como os juros de depósitos são pagos. Efetivamente, no site encontra-se agora esta informação:

 

"Estimado Cliente, 
O AS “PrivatBank” Sucursal em Portugal, vem pela presente comunicar que por força das modificações operadas ao nosso regulamento sobre aceitação de depósitos (Parte J), cujos efeitos entrarão em vigor em 20/04/2013, os juros remuneratórios dos depósitos constituídos a partir desta data serão creditados na conta cartão dos respetivos titulares.
Nessa consonância para poder continuar a beneficiar das nossas taxas bastante atrativas terá de subscrever o nosso cartão de débito PrivatBank. 
Se ainda não possui um cartão de dédito PrivatBank, deverá subscrevê-lo até 20/04/2013, sem qualquer custo, na nossa plataforma web Privat24, ou presencialmente, nas nossas Agências de Lisboa ou do Porto.
Para qualquer esclarecimento, não hesite em contactar-nos.
Gratos pela sua preferência, subscrevemo-nos com elevada estima e consideração."

 

Naturalmente que uma medida assim é pouco comum, pois exige o pedido de um cartão de débito. Para além disso o valor do preçário indica que tem anuidades. Comentários de leitores deste blog acrescentaram ainda que, após falarem com uma gestora de conta, lhes tinha sido dito que o dinheiro na conta cartão não poderia ser utilizado para constituir depósitos, podendo apenas ser utilizado no cartão de débito.

Devido a estes alertas todos, decidi investigar e ir à agência esclarecer estas questões.

 

A conta cartão

 

Todas estas alterações giram em torno do cartão de débito e da respetiva conta cartão. O mais importante a reter é que a conta cartão se encontra separada da conta à ordem, contrariamente ao que é costume na maior parte dos bancos nacionais. Com isto quero dizer que o dinheiro na conta cartão só pode ser movimentado no multibanco, e não interfere com o dinheiro na conta à ordem. Por seu lado, a conta à ordem (e depósitos a prazo) só podem ser movimentados via balcão ou online.

Exemplos: 1) todas as transferências, pagamentos e levantamentos ao multibanco só podem ser feitos com o dinheiro da conta cartão. Logo ter dinheiro na conta à ordem não serve para esses efeitos. Tem de estar mesmo na conta cartão.

2) Todas as transferências e constituição de depósitos feitas online utilizam o dinheiro na conta à ordem/conta de depósitos, não podendo recorrer à conta cartão. Para efeitos práticos, é quase como ter duas contas em dois bancos distintos, um banco para trabalhar por multibanco e outro banco para trabalhar online.

Conta cartão e conta à ordem

Então como é que se passa dinheiro de um lado para o outro?


Existem 4 formas, 2 em cada sentido. 1) Passar dinheiro da conta à ordem para a conta cartão pode ser feito via internet, na secção "Transferências entre contas do cliente". De entre a lista de contas está a conta cartão. Basta escolher essa opção e transferir o montante que se se deseja.  2) Os juros dos depósitos a prazo são automaticamente creditados na conta cartão, sem necessidade de intervenção por parte do cliente.

Para passar dinheiro da conta cartão para as contas online, basta realizar uma transferência no multibanco para o NIB da conta para onde se quer transferir o dinheiro. Isto permite que se possa transferir para: 1) a conta à ordem; 2) depósitos a prazo reforçáveis, nomeadamente a conta poupança e o pé-de-meia.

Transferências entre conta cartão

 

Mas que complicação. Então e isto é para ficar? Temos de pagar pelo cartão?


Segundo o que me disseram, esta medida destina-se a promover os novos cartões bancários. Com o encerramento da agência dos Anjos, em Lisboa, ficaram sem função de caixa, pelo que o multibanco é a maneira de se poder levantar dinheiro. Daí terem criado esta medida, que é um incentivo para familiarizar os clientes a trabalhar com o cartão do PrivatBank. Mas por esta razão, não é definitivo, sendo  provável que daqui a uns tempos se possa voltar a receber os juros na conta à ordem. A nível de custos, todos os clientes com depósitos a prazo estão isentos da anuidade do cartão, pelo que não há nenhum acréscimo de custos.

 

Mas o cartão é mesmo obrigatório?

 

Pelas razões apresentadas acima, sim. O cartão pode ser pedido presencialmente (foi o que fiz) ou então à distância, através do sistema de mensagens do Privat24 ou do e-mail do gestor de conta. Para o efeito deve enviar-se uma mensagem indicando que se prentede pedir o cartão, qual o nome que se quer que apareça neste e a morada para onde o cartão vai ser enviado.

Dentro de três semanas o cartão deve chegar, seguido do código PIN. Depois é necessário contactar a agência para proceder à ativação e confirmar a associação deste com a conta cartão.

 

 

 

P.S. Numa outra notícia, o banco informa que as autenticações de documentos nos CTT para abertura de conta à distância são agora gratuitas. Isto é sem dúvida um boa notícia, pois facilita a abertura de conta a quem vive longe das agências deles (ou seja, todos os que não vivem perto de Lisboa ou Porto) 

 

P.S 2 - Bem sei que é 1 de Abril, mas nada disto é mentira :-).

publicado por ruicarlov às 14:41
link do post | comentar | favorito
|
11 comentários:
De sbnight a 1 de Abril de 2013 às 22:43
Bom artigo SR Rui e muito esclarecedor, obrigado :) Por acaso já tinha conhecimento da obrigatoriedade do cartão para a conta cartão e respectiva colocação dos juros, mas desconhecia todo o resto.

Boa semana !!
De sbnight a 2 de Abril de 2013 às 09:28
Olá Sr Rui sabe-me dizer se tem em algum lado no Privatbank, informação principalmente relativa aos juros previstos para se receber e tb outras infos relativas a Depósitos a prazo efectuados? Já procurei mas não encontrei nada...
Queria então lhe pedir se faz favor para me explicar as formulas de calcular lucros e taxas de juro mais profundamente, pois não "pesco" nada nessa matéria, e gostaria de compreender bem como fazer esses mesmos cálculos...

Você já me explicou um pouco num email anterior, mas não compreendi muito bem. Por exemplo neste meu caso actual no Privat não sei bem quanto irei receber, pois ele não disponibilizam essa informação, ou pelo menos eu não a encontrei... sei que a taxas são das melhores no mercado. No meu caso a que escolhi é de 3,75% bruta a 12 meses(renda mensal), mas gostaria de saber um calculo exacto. Obrigado mais uma vez pela ajuda e paciência :) Bom resto de semana! Obrigado
De Anónimo a 6 de Abril de 2013 às 20:09
No site do Privatbank, no lado esquerdo, existe uma lista com letras mais pequenas, clicar na palavra “preçário”, clicar no ficheiro PDF que quer visualizar, existem 3 PDF com as seguintes opções:
"Consulte o FOLHETO DE COMISSÕES E DESPESAS"
"Consulte o FOLHETO DE TAXAS DE JURO"
"Ficha de Informação normalizada para depósitos"

Em relação ao cálculo da taxa de juro, vou explicar-lhe de maneira simples, dando para qualquer valor de taxa:

3,75% (TANB) = Taxa Anual Nominal Bruta, no sistema bancário Calculada a 360 dias.

2,70% (TANL) = Taxa Anual Nominal Líquida, no sistema bancário Calculada a 360 dias.

Calcular a taxa por exemplo, taxa bruta (TANB) 3,75% Regime Fiscal 28%

Sabendo que a taxa de 3,75%, está para 100%, e que o Regime Fiscal em Portugal é de 28%, fazemos então o seguinte cálculo:

(100-28=72) 100% - 28% = 72%

Agora sabemos que a taxa de 3,75% está para 72%,

Agora fazemos o seguinte cálculo:

3,75% × 72% = 270%, Grande número, atenção estamos a trabalhar com percentagens (%) temos que dividir por 100,

Vejamos então como fica:

3,75% × 72% ÷ 100 = 2,70% Taxa Limpa (TANL)

Agora temos por exemplo 5000€ para aplicar num Depósito com renda mensal, fazemos então o seguinte cálculo:

5000€ × 2,70%= 13500€, Grande número, atenção estamos a trabalhar com percentagens (%) temos que dividir por 100,

Vejamos então como fica:

5000€ × 2,70% ÷ 100= 135€

Temos então 135€ anuais de juros, sabendo que o sistema bancário calcula os juros a 360 dias, teremos que dividir os 135€ pelos 360 dias e depois multiplicar pelos dias do Mês, vejamos então este exemplo:

Foi feito um Depósito com renda mensal no valor de 5000€, constituído no dia 27 de Fevereiro de 2013, no dia 27 de Março de 2013, passaram apenas 28 dias.

135€ ÷ 360 = 0,375€ (37,5 Cêntimos)

0,375€ × 28 = 10,50€

Quando o Mês for de 30 dias, ou 31:

135€ ÷ 360 = 0,375€

0,375€ × 30 = 11,25€, ou

0,375€ × 31 = 11,63€






De sbnight a 7 de Abril de 2013 às 18:29
:) Espectacular :) Melhor explicação impossível.

Muito, muito obrigado Sr Anónimo :) Agora já percebi tudo, finalmente !!

Obrigadão !!!
De Licínio a 17 de Abril de 2013 às 15:11
Boas, Eu recebi ontem o meu cartão de débito PrivatBank, mas ainda não recebi o PIN, costuma chegar uma semana depois? Acho o cartão um bocado feio, não gosto do Galo vermelho, lol mas como é um cartão para uso exporádico por isso é me indiferente.

É necessário activar o cartão? Na carta não dizia nada a esse respeito, dizia só para alterar o PIN no multibanco. Cumprimentos,
De ruicarlov a 19 de Abril de 2013 às 13:40
O meu PIN chegou cerca de 3-4 dias depois do cartão. Foi preciso telefonar para a agência para ativar. Mas foi muito simples, não demorou nem 3 minutos.
De Anónimo a 1 de Maio de 2013 às 11:38
Sr. Rui, apenas um reparo, realizei uma transferência no multibanco com o cartão do PrivatBank, para a conta à ordem do PrivatBank, e a mensagem que apareceu no ecrã do multibanco foi: "Não é possível realizar a operação, contacte o seu banco, obrigado".

Depois tentei fazer outro teste, transferindo 5€ para uma conta à ordem que tenho na CGD, e apareceu a mesma mensagem no ecrã do multibanco: "Não é possível realizar a operação, contacte o seu banco, obrigado".

Coloquei a questão na área pessoal "Privat24", enviando uma mensagem ao banco, mais tarde entrou em contacto comigo a gestora de conta, a Sra. disse-me que foi bom ter um feedback por parte dos clientes do funcionamento do cartão, visto que os clientes não têm dado esse feedback.

Perguntei-lhe se o cartão suportava estas operações, a Sra. disse-me que ia informar-se junto ao PrivatBank da Letónia e assim que soubesse mais informações me transmitia.

Disse-lhe que tinha consultado o Preçário do PrivatBank, na secção "Transferências Internas / Nacionais", no campo "Para conta domiciliada na própria Instituição de Crédito", na secção "ATM" diz: "n/a".

E na secção "Para conta domiciliada noutra instituição de crédito (em EUR)", no campo "ATM" diz também: "n/a".

A gestora disse-me que então nesse caso não permite realizar transferências, só levantamentos a dinheiro, ou pagamentos.
De qualquer forma a gestora disse-me que ia se informar melhor e que depois me informava.


De ruicarlov a 1 de Maio de 2013 às 12:03
Obrigado pela informação. De facto ainda não experimentei o cartão, embora a informação dada pela gestora quando fui à agência era que se podia transferir da conta cartão para a conta à ordem a partir do multibanco.
Quem me deu essa informação foi a própria gerente da agência de Lisboa, a Olga Voronina. Penso que ela agora está de férias, logo não posso esclarecer isso com ela. É esperar para ver que informações a sua gestora arranja.
De LoLa a 24 de Maio de 2013 às 10:42
No site do Privat nas condições de uso do cartão diz:

"É possível levantar fundos da conta cartão:
• no multibanco - levantamento de numerário;
• no pagamento de compras em lojas ou na Internet;
• no pagamento de contas e aquisição de serviços, no multibanco.
Atenção! Não são permitidas transferências entre contas do banco por multibanco!"

Fiquei assustada com isto sobretudo quando me disseram ( e no próprio site do banco também é dito) que os juros dos novos depósitos (a partir de 20 Abril 2013 seriam obrigatoriamente creditados na conta cartão. Perguntei se davam a opção ao cliente de escolher a conta à ordem para creditar os juros e foi-me dito que não. Contudo ontem ao criar um depósito através do Privat24 verifiquei que é possível escolher onde os juros são creditados, i. e., conta à ordem ou conta cartão, por defeito é conta à ordem. Falei com o meu gestor ele ficou surpreendido com esta possibilidade e então eu criei o depósito e foi-me confirmado pelo banco posteriormente que os juros seriam creditados na conta à ordem. Como a dep. gera um juro mensal daqui a um mês já posso confirmar se foram mesmo creditados na conta à ordem.

O que não dá para perceber é como o meu gestor aqui no Porto e também outros que contactei em Lisboa aparentemente não sabiam disto.

De qualquer forma acho que deveria partilhar aqui esta informação.

/LH
De ruicarlov a 24 de Maio de 2013 às 11:20
Obrigado pela partilha.
Como já referi aqui, era de esperar que a medida de creditar os juros na conta cartão não fosse definitiva, havendo depois certamente outra opção para creditar na conta à ordem.
Não me espanta que os gestores não contassem que isso se pudesse ser feito logo à partida. As instruções que receberam foram no sentido de creditar na conta cartão. Mas o sistema de homebanking é o da Letónia, logo nem eles têm muito bem o controlo de todas as funcionalidades. Se lá têm a opção de escolha, nós aqui também temos.
De LH a 24 de Maio de 2013 às 22:17
Eu pedi uma explicação ao Privat Bank sobre isto, vamos ver o que vão responder.

/LH

Comentar post

.Subscrever por mail
.pesquisar
 
.posts recentes

. Poupar com cartões de cré...

. Mais quedas de taxas de D...

. Saída do PrivatBank de Po...

. Administre-se financeiram...

. Depósitos a prazo - A sit...

. Cartões pré-pagos

. Poupar com cartões de cré...

. Englobamento para o IRS d...

. Invest Choice Novos Depós...

. Os certificados de tesour...

.links
.Ganhar dinheiro na net (sites PTC)

Em Português:

.

Em Inglês:

.mais comentados
.Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.últ. comentários
E o cartão 123 do Santander? Dá cash back de 1% em...
Penso que isso seja mais caso a caso, pois todos o...
ola queria pedir uma opiniao.que cartoes ha por ai...
Olá, João!O cartão demora cerca de 1 semana a cheg...
Nem por isso. Parece que são cada vez menos os car...
Para quem faz compras nesses shopings pode ser que...
Conhecem este cartão?http://www.mundicenter.pt/mgc...
Há novidades (positivas) relativamente a este assu...
Ana, que documentos foram necessários para pedir o...
No meu caso o que me disseram era que estavam à es...
.arquivos

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

.tags

. todas as tags

.Directórios/Redes
Directorio de Blogs Portugueses
.subscrever feeds