Para saber o mais rápido possível destas novidades e também sobre novos artigos, está agora disponível subscrever o blog por email. Receba no seu mail todas as acutalizações do Trocos por Miúdos.

Segunda-feira, 17 de Novembro de 2014
Administre-se financeiramente e evite “viver no limite” (Guest Post)

Este artigo foi gentilmente escrito por Marcos Chaves e cedido por Vanessa Queiroz, colaboradores do site de Finanças Emprestimo.org

 

Problemas financeiros são como uma bola de neve: iniciam-se como um pequeno probleminha e, quando nos damos conta, estão do tamanho de uma avalanche. Isso ocorre em uma relação de causa e efeito: a maioria dos indivíduos não se atém aos benefícios do planeamento financeiro e menospreza a administração financeira pessoal, de modo que ao encarar uma situação de emergência e se encontrar sem uma reserva de capital para cobrir uma despesa urgente, acaba enveredando pelo caminho mais difícil, como empréstimos em condições não muito favoráveis.

Na hora do desespero é difícil entender um contrato com clareza ou imaginar o impacto que todas aquelas taxas podem trazer ao orçamento. Como dissemos, recorrer a esse tipo de ferramenta é uma saída que não seria exatamente necessária, se o indivíduo tivesse um pouco mais de atenção pelo planeamento financeiro pessoal.

 

Administre-se como uma empresa: poupe e aplique com inteligência

Uma boa empresa se destaca, dentre outros fatores, pela sua capacidade de gerar lucro. Ao aplicar princípios e ideais de administração financeira empresarial no seu cotidiano, a tendência é caminhar rumo a uma situação de tranquilidade financeira para qualquer tipo de situação.

Assim, considere, por exemplo, que qualquer empresa, pela Lei de Sociedades, precisa reservar parte de seu património e lucro como uma reserva de capital para minimizar o risco de uma “quebra”. De igual forma, a empresa também aplica o seu lucro líquido, em parte ou no todo, em investimentos que busquem aumentar o património da sociedade, permitindo sua expansão e um lucro maior.

Podemos correlacionar, então, duas ideias-base da administração financeira empresarial que você pode aplicar na sua administração financeira pessoal:

  • Poupar: adquirir o hábito da poupança permite que construa uma reserva de capital tanto para os momentos de urgência (como intervenções médicas e reparos no automóvel) quanto para os momentos em que se queira permitir um “luxo”, como 15 dias de férias à beira da praia. Além disso, essa reserva confere-lhe a tranquilidade necessária para, se quiser, deixar o seu emprego atual sem medo de não conseguir pagar as contas enquanto procura uma nova ocupação.
  • Investir: dinheiro parado, a longo prazo, é dinheiro perdido, pois a inflação tende a mitigar o valor da moeda (faça uma lista de coisas que pode comprar hoje com 30€ e repita esse processo daqui a um ano). Assim, investir parte ou todo o capital excedente permite-lhe “fazer o dinheiro trabalhar por si”. Existem inúmeras formas de investimento disponíveis, como imóveis, títulos públicos, compra de ações na Bolsa de Valores, etc.

 

Controle o ímpeto consumista

Muitas vezes, o endividamento pode ser fruto de um ímpeto incontrolável pelo consumo, e reduzir seus anseios por uma nova TV, um novo carro, um novo isto ou aquilo também certamente acarretará um impacto extremamente positivo no seu orçamento. Quando pensar em adquirir um novo bem, pergunte-se: “Eu preciso realmente disso?” Ao analisar esse contexto de maneira mais ampla, talvez consiga rever suas prioridades de consumo, poupar mais, aplicar seu dinheiro em algo rentável e, assim, caminhar para um cenário de estabilidade financeira e bem-estar.

 

Fonte da imagem: poupadorbrasil.com.br

publicado por ruicarlov às 15:05
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De marco r. a 18 de Março de 2015 às 21:21
" Existem inúmeras formas de investimento disponíveis, como imóveis, títulos públicos, compra de ações na Bolsa de Valores, etc."

O problemas destes produtos para um pequeno investidor é que o Estado portugues ainda cobra taxas e impostos demasiado elevados para o valor investido, para alem das taxas de corretagem, manutenções de conta de titulos, entre outras taxas "sanguessuga" que o pequeno investidor terá de pagar ao banco/correctora/angencia financeira.

Infelizmente o sistema ainda está feito só para os grandes conseguirem investir.
De ruicarlov a 19 de Março de 2015 às 12:21
Imóveis à parte, não concordo muito com essa afirmação. Os impostos sobre os outros tipos de investimento são semelhantes aos vulgares depósitos a prazo. Escolhendo a corretora com cuidado é possível poupar imenso nos custos de transação. Por exemplo recentemente a DeGiro entrou no mercado português e é muito mais barata para negociar ações e ETFs a partir de Portugal. Também não tem custos de manutenção.
Se há coisa que hoje temos que dantes não tínhamos é o acesso fácil a uma enormidade de formas de investimento, que antigamente só os "grandes" tinham acesso.

Comentar post

.Subscrever por mail
.pesquisar
 
.posts recentes

. Poupar com cartões de cré...

. Mais quedas de taxas de D...

. Saída do PrivatBank de Po...

. Administre-se financeiram...

. Depósitos a prazo - A sit...

. Cartões pré-pagos

. Poupar com cartões de cré...

. Englobamento para o IRS d...

. Invest Choice Novos Depós...

. Os certificados de tesour...

.links
.Ganhar dinheiro na net (sites PTC)

Em Português:

.

Em Inglês:

.mais comentados
.Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.últ. comentários
E o cartão 123 do Santander? Dá cash back de 1% em...
Penso que isso seja mais caso a caso, pois todos o...
ola queria pedir uma opiniao.que cartoes ha por ai...
Olá, João!O cartão demora cerca de 1 semana a cheg...
Nem por isso. Parece que são cada vez menos os car...
Para quem faz compras nesses shopings pode ser que...
Conhecem este cartão?http://www.mundicenter.pt/mgc...
Há novidades (positivas) relativamente a este assu...
Ana, que documentos foram necessários para pedir o...
No meu caso o que me disseram era que estavam à es...
.arquivos

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

.tags

. todas as tags

.Directórios/Redes
Directorio de Blogs Portugueses
.subscrever feeds