Para saber o mais rápido possível destas novidades e também sobre novos artigos, está agora disponível subscrever o blog por email. Receba no seu mail todas as acutalizações do Trocos por Miúdos.

Quarta-feira, 26 de Fevereiro de 2014
Cartões pré-pagos

No meu último post falei de como se pode poupar usando cartões de crédito. Hoje pretendo abordar o que são cartões bancários pré-pagos e qual a sua utilidade. De entre os vários cartões do mercado, destaco três que não têm anuidades e que permitem poupar dinheiro se usados em combinação com alguns cartões de crédito.

 

Como funcionam os cartões pré-pagos

 

Como o nome indica, os cartões pré-pagos são cartões bancários que carregamos com dinheiro antes de os podermos utilizar. De certa forma são o oposto dos cartões de crédito, nos quais se gasta primeiro e se paga depois. 

Para utilizarmos um cartão pré-pago, carrega-se no cartão um certo montante, que pode depois ser utilizado em todas as operações que o cartão permita: pagamentos em redes Multibanco, pagamentos em rede Visa/Mastercard, pagamentos de serviços, levantamentos, transferências interbancárias, etc.

Os modos de carregamento mais usuais são pagamento no homebanking do banco a que o cartão está associado, transferência bancária ou pagamento de compras/serviços com indicação de entidade e referência. 

Este último modo é bastante interessante, já que, se o carregamento for feito através de cartões de crédito que deem cashback nas operações multibanco (p. ex.  Deco/Unicre), estamos a beneficiar de um desconto indireto sobre todas as operações que fizermos com o cartão pré-pago.
Dando um exemplo mais concreto: imaginemos que vamos comprar um artigo de 20€ à loja X, mas sabemos que o comerciante só aceita numerário. Se carregarmos um cartão pré-pago com os 20€ através de um cartão de crédito que dê 1% de cashback, levantando de seguida esse montante com o pré-pago, estamos a poupar 20 cêntimos, já que pagamos os 20€ ao comerciante, mas a conta do cartão de crédito vai ser apenas 19,80€, devido ao cashback. Ou seja, beneficiamos do mesmo desconto de 1% que teríamos se o comerciante aceitasse cartão de crédito logo à partida.

E quem fala em lavantamentos, fala também em pagamentos em terminais multibanco e pagamentos por transferência interbancária. O limite aqui é o tipo de operações que o cartão permite fazer.

 

Cartões pré-pagos sem anuidade

 

Se o objectivo é poupar, naturalmente que os cartões mais indicados são aqueles que não têm anuidades.

Aqui estão 3 cartões que cumprem esse requisito:

 

Cartão Boost - Este cartão está disponível para clientes do ActivoBank entre os 18 e 30 anos de idade. Não tem anuidade e o banco não cobra despesas de manutenção, sendo uma boa solução para o pessoal jovem. O carregamento pode ser feito no homebanking do Activo ou por referência multibanco. O cartão permite fazer compras nas redes Multibanco e Visa, para além de pagamentos de serviços e levantamentos nos ATMs. Os carregamentos têm um mínimo de 5€ e um máximo diário de 2500€. A principal desvantagem deste cartão é o limite de idade.

 

Cartão Pré-pago Montepio

Cartão Pré-pago Montepio - Não tem limite de idade, mas implica ter conta no Montepio e tem uma taxa de emissão de 6€. Não tem anuidade. O limite mínimo de carregamento é de 10€. O saldo máximo no cartão é de 1500€ se o cartão for personalizado, ou 150€ em caso contrário. Os métodos de carregamento e operações disponíveis são semelhantes aos do Boost. 

 

Cartão Seleção Nacional

[Atualização] - Este cartão está descontinuado devido à mudança para o Novo Banco, e os cartões em criculação deixarão de funcional no final de Dezembro de 2014.

Cartão Selecção Nacional - Este cartão é possivelmente o melhor pré-pago do mercado, já que não tem qualquer custo nem limite de idade. Está associado ao BES, resultando de uma parceria entre este e a Federação Portuguesa de Futebol, mas nem sequer é necessário de abrir conta no banco. Aceita ser carregado por referência multibanco e também por transferência bancária, já que lhe fica associado um NIB. O mínimo de carregamento é de 5€ e o máximo diário é de 400€ (via pagamento de compras/serviços). Por transferência não há esse limite, mas demora mais tempo até o dinheiro ser creditado no cartão. A nível de funcionalidades, permite fazer tudo o que os outros dois cartões acima mencionados fazem, para além de possibilitar fazer transferências interbancárias em ATMs. Para quem quiser, pode ser convertido em cartão de crédito, mas essa opção é de pouca utilidade para esta estratégia de poupança.

 

Resumindo, tendo estes cartões a trabalhar em equipa com cartões com cashback, é possível conseguir poupar num leque ainda mais alargado de compras, muito para além do que se consegue apenas nas redes Visa/Mastercard. Com exceção de débitos diretos, usando o cartão da Selecção (que é o mais completo) praticamente é possível tudo ser pago e usufruir de desconto (contas de luz, internet, telemóvel, impostos, segurança social e até compras em lojas de chineses). E em época de crise, ter pelos menos 1% de desconto sobre tudo o que se gasta é uma boa ajuda para fazer esticar o dinheiro. 

publicado por ruicarlov às 22:28
link do post | comentar | ver comentários (47) | favorito
Quarta-feira, 5 de Fevereiro de 2014
Poupar com cartões de crédito - cashback

Os cartões de crédito são muito utilizados nos dias que correm, mas uma grande parte da população usa-os como forma de adiar pagamentos e/ou comprar coisas que de outra forma não poderia adquirir. Devido aos juros que se pagam por recorrer ao crédito, estes cartões são muitas vezes ferramentas sugadoras de dinheiro. Mas, na verdade, com uma escolha cuidadosa e com uma utilização inteligente, os cartões de crédito podem ser uma boa maneira de poupar dinheiro. Como?

Alguns cartões no mercado têm programas de recompensas para quem os utilize: oferecem pontos trocáveis por vales ou artigos, milhas para viajar, ou reembolsam dinheiro na conta cartão (vulgarmente chamado cashback).

É sobre esta última modalidade que me vou debruçar.

Poupar com cartões de crédito

Cartões com cashback só nas redes Visa/Mastercard/American Express

 

Os cartões que têm vertente só de crédito permitem apenas fazer compras em locais onde sejam aceites redes Visa, Mastercard ou American Express. Em lojas onde só seja aceite a rede Multibanco não se pode utilizar este tipo de cartões. Também nas caixas automáticas geralmente não se consegue fazer pagamentos com eles. Ou então, caso se consiga, o gasto não é contabilizado para efeitos de cashback.

Regras  para poupar com estes cartões:

  1. Pagar sempre os extratos a 100%. Desse modo, nunca se paga juros sobre as compras.
  2. Verificar se não têm anuidades, ou se é possível isentá-las. Se não houver anuidade, tanto melhor. Mas alguns cartões devolvem a anuidade se for feito um determinado valor de compras por ano/mês.
  3. Olhar para a percentagem de devolução de compras. Os descontos podem ir desde 0.5% até 5%. O desconto é normalmente devolvido para o saldo do cartão no mês a seguir ao que as compras foram feitas.

Na verdade, não há um único cartão de crédito melhor que todos os outros: os que devolvem maior % podem exigir contas em alguns bancos ou montante elevado de compras, ao passo que os que não têm anuidades têm plafonds ou percentagens de devolução mais pequenos. A escolha deve ser feita com base nos hábitos de comsumo de cada um.

 

Cartões sem anuidade:

 

Affinity Card

Affinity Card - Não necessita de abrir conta em nenhum banco, pois pertence ao grupo Inditex (Zara, Pull&Bear, MaximoDutti, etc.), tendo dois plafonds: um para gastar apenas nas lojas do grupo, até 600€, e outro para compras em qualquer estabelecimento que aceite Mastercard, até 200€. Devolve 1% do valor das compras. Considero este o cartão de eleição para quem faça poucas compras. Como não tem anuidade e tem desconto de 1% durante todo o ano sem limites superiores (para além do plafond do cartão), é um bom "todo-o-terreno". Alerto apenas para o facto de quem faz o pagamento por débito direto ter de ir todos os meses ao site para mudar a forma de pagamento para 100%. No entanto, se o pagamento for feito por multibanco isso não é problema, pois pode-se pagar o valor que se quiser entre 5% e 100% da dívida.

American Express Blue

American Express Blue - Apesar de estar associado ao Millenium, também não é necessário abrir conta neste banco. Pertence à rede American Express, o que faz com que seja aceite em menos lugares do que os cartões Visa/Mastercard. Mas é aceite na maior parte dos hipermercados e em várias lojas, incluindo farmácias, lojas dietéticas (Celeiro) e outros estabelecimentos que tenham o dístico American Express afixado. O cashback não existe todo o ano. Geralmente em Março de cada ano é lançada uma campanha em que todas as compras de Março até Dezembro têm um desconto de 5%, devolvendo um máximo de 100€. Isto quer dizer que o máximo do cashback é atingido quando se fazem 2000€ de compras. No entanto, apesar de isto ter sido assim nos anos anteriores, não há garantias que se repita este ano, logo convém estar alerta para ver há cashback ou não.

 

Cartões com anuidade ou possibilidade de isenção desta:

 

Cartão personalizável Made By

Cartão Made By - Este cartão pertence à Caixa Geral de Depósitos e é necessário ter conta lá. Tem mensalidade de 1 ou 2€ consoante os atributos escolhidos para o cartão (é personalizável). Não se paga mensalidade se se fizer 250€ de compras por mês. O cashback é atribuído com base em escalões, ou seja, para gastos menores que 1000€, o cashback é de 0.5%; entre 1000€ e 3000€ dá 0.75%; mais que 3000€ dá 1%. Devolve um máximo de 50€ por mês (5000€ de compras). Este cartão é uma variante mais fraca do Caixa Classic, que devolve até 3% das compras, também divididas por escalões. Infelizmente as novas subscrições do Caixa Classic já não trazem cashback, logo este é o único que resta com benefício. Um ponto positivo é que os cartões da Caixa podem ser carregados com mais saldo e ultrapassar o plafond definido no cartão.

 

Cartão American Express Gold - Como pertence à rede American Express tem as mesmas limitações do Blue, no aspeto em que menos lojas aceitam American Express. O Gold está disponível no Banco Best e devolve 1% de todas as compras efetuadas a crédito (havendo a opção de receber milhas para viajar em vez de saldo na conta). Embora o cartão funcione também na rede Multibanco, as compras realizadas por esse sistema não contam para efeitos de cashback. A anuidade do cartão é de 40€, mas no 1º ano é devolvida. Infelizmente, nos anos seguintes não há forma de isentar desta anuidade, pelo que o cashback deixa de ser vantajoso face ao custo anual. Logo, nas condições atuais, só há vantagem em usar este cartão durante o 1º ano.

 

Cartões com cashback nos pagamentos em ATM e cartões dual

 

Alguns cartões de crédito, para além de darem cashback nos casos acima descritos, possibilitam também beneficiar com os pagamentos feitos nos terminais multibanco, em operações como pagamentos de luz, gás, água, impostos, segurança social e tudo o que apresente uma referência multibanco como opção de pagamento. Isso inclui também extratos de outros cartões de crédito. Esta possibilidade é uma grande mais-valia, pois permite poupar num leque ainda mais alargado de pagamentos.

 

Cartão Deco Unicre

Cartão Deco/Unicre - Este cartão não tem anuidades, mas implica ser sócio da Deco, cuja anuidade sem assinatura de revistas ronda os 8-9€. Mas a possibilidade de ter 1% de desconto em todas as compras sem limite máximo de cashback faz dele um ótimo cartão para usar em conjunto com algum dos cartões acima referidos. Uma vez que os extratos dos cartões podem ser pagos por multibanco, consegue-se um desconto adicional de 1%. Exemplificando: fazendo 100€ em compras com o Affinity Card, é necessário pagar apenas 99€ (1% de desconto do Affinity). Mas pagando o extrato com o da Deco, obtém-se mais 1% de desconto sobre esses 99€, pagando no final 98,01€. Ou seja, aproximadamente 2% de desconto. Para além disso, o saldo do cartão Deco pode ser reforçado a partir de uma conta à ordem, pagando-se o que se quiser mesmo que o plafond atribuído não seja muito grande.

 

cartão desconto Santander

Cartão Desconto Santader - A devolver 5% das compras sem limite, a oferta deste cartão parece a mais aliciante de todas, aliada ao facto poder ser utilizado não só para pagamentos em ATMs como também em lojas que só aceitem rede Multibanco - cartão dual. No entanto, é necessário ter conta no Santander, havendo despesas de manutenção de conta para quem tiver lá pouco dinheiro depositado. O cartão tem anuidade, mas pode ser isentada com compras anuais maiores que 600€. O maior desafio à utilização deste cartão é que o cashback só é creditado quando se paga apenas 50% do saldo do cartão. Isto que dizer que o saldo restante fica sujeito ao pagamento de juros. Para uma utilização mensal regular do cartão, o valor ganho com o cashback é superior ao valor pago em juros, conseguindo-se em média descontos líquidos na ordem dos 2-3%. Mas é necessário manter um bom controle da utilização do cartão, para saldar a dívida a 100% se por acaso nalgum mês o montante de juros for maior do que o benefício. Isto pode acontecer se o volume de compras num par de meses for muito reduzido face ao que foi feito no mês anterior. Para ajudar na matemática, recomendo este artigo, que dá exemplos de contas e tem um ficheiro excel para download que calcula tudo isto. A principal desvantagem desde cartão face ao da Deco é que se está limitado ao plafond do cartão, e se este não for muito elevado é facil ficar sem saldo disponível, já que para além dos gastos do mês se tem também os 50% do mês anterior.

Cartão iSavings Black

Cartão iSavings Black - O cartão em si não oferece cashback, logo é um pouco de batota colocá-lo aqui. Mas há uma razão para eu o mencionar: é que é muito bom para funcionar em equipa com o cartão da Deco, já que o ponto fraco do último é que não funciona nos terminais multibanco das lojas. O iSavings é um cartão dual, logo tanto os gastos na rede Visa como na rede multibanco ficam no saldo da conta cartão. Se este for pago com o cartão da Deco, equivale a termos na mesma 1% de desconto. Como nem o banco Best nem o iSavings têm custos de manutenção/anuidade, é uma solução mais simples e acessível do que o cartão do Santander para conseguir poupar dentro da rede multibanco.

 

Nesta lista não incluí aqueles que oferecem cashback apenas em alguns locais, como supermercados ou vales de desconto em lojas específicas. Mas já agora aproveito para mencionar que o cartão BPI Universo (com anuidade) dá 1% de desconto em vales que podem ser usados por exemplo no Continente, e o cartão Black de Cetelem, que oferece 3% para as compras em alguns supermercados, hipermercados, gasolineiras e restaurantes.

 

Com este artigo, espero ter mostrado como é possível poupar em imensas coisas através do uso de cartões. Só é pena isto não abranger situações onde se tenha de pagar por cheque, débito direto, transferência interbancária ou em dinheiro....

 

.... ou pelo menos era que o eu pensava até há pouco tempo. Na realiade há formas de conseguir poupar nas duas últimas situações. As palavras-chave são "cartões pré-pagos". Mais isso fica para o próximo artigo.

publicado por ruicarlov às 17:10
link do post | comentar | ver comentários (30) | favorito
.Subscrever por mail
.pesquisar
 
.posts recentes

. Poupar com cartões de cré...

. Mais quedas de taxas de D...

. Saída do PrivatBank de Po...

. Administre-se financeiram...

. Depósitos a prazo - A sit...

. Cartões pré-pagos

. Poupar com cartões de cré...

. Englobamento para o IRS d...

. Invest Choice Novos Depós...

. Os certificados de tesour...

.links
.Ganhar dinheiro na net (sites PTC)

Em Português:

.

Em Inglês:

.mais comentados
.Maio 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.últ. comentários
Você está interessado em um empréstimo? nós oferec...
E o cartão 123 do Santander? Dá cash back de 1% em...
Penso que isso seja mais caso a caso, pois todos o...
ola queria pedir uma opiniao.que cartoes ha por ai...
Olá, João!O cartão demora cerca de 1 semana a cheg...
Nem por isso. Parece que são cada vez menos os car...
Para quem faz compras nesses shopings pode ser que...
Conhecem este cartão?http://www.mundicenter.pt/mgc...
Há novidades (positivas) relativamente a este assu...
Ana, que documentos foram necessários para pedir o...
.arquivos

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Novembro 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

.tags

. todas as tags

.Directórios/Redes
Directorio de Blogs Portugueses
.subscrever feeds